Follow by Email

Páginas

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Papa Francisco: Alegria da Igreja

"Não se pode pensar em uma Igreja sem alegria", diz Papa


Papa lembrou que a alegria da Igreja é anunciar Cristo. -Foto: L’Osservatore Romano

Da Redação, com Rádio Vaticano

       A Igreja deve ser sempre alegre como Jesus, disse o Papa Francisco, na Santa Missa celebrada nesta terça-feira, dia 3, na Casa Santa Marta. O Pontífice destacou que a Igreja é chamada a transmitir a alegria do Senhor aos seus filhos, pois é ela quem lhes dá a verdadeira paz.
       A homilia do Santo Padre concentrou-se no binômio paz e alegria. Da primeira leitura, vinda do Livro do profeta Isaías, ele observou o desejo de paz que todos têm. Trata-se de uma paz que, como diz o profeta, nos levará a Cristo. Do Evangelho, Francisco destacou que se pode ver um pouco da alma de Jesus, do Seu coração alegre.
       Este lado de Jesus nem sempre é alvo do pensamento dos fiéis, observou Francisco, dizendo que é comum pensarmos em Cristo rezando, curando, caminhando, mas não há o hábito de pensarmos n’Ele sorrindo, alegrando-se. Mas Cristo era cheio de alegria interior, a mesma que Ele dá a cada um de nós.
       “Esta alegria é a verdadeira paz. Não uma paz estática, quieta, tranquila. A paz cristã é alegre, porque o nosso Senhor é alegre, também quando fala de Deus. Ele ama tanto o Pai que não pode falar d’Ele sem alegria”. E sendo alegre, Jesus quis que a Igreja também o fosse. Dessa forma, o Santo Padre disse que não se pode pensar em uma Igreja sem alegria. Ele recordou as palavras do Papa Paulo VI, que dizia que a alegria da Igreja é evangelizar.
       “Mesmo na sua viuvez – porque a Igreja tem uma parte de viúva que espera o seu Esposo voltar –, a Igreja é alegre na esperança. O Senhor dê a todos nós esta alegria de Jesus, louvando ao Pai no Espírito. Esta alegria da nossa mãe Igreja na evangelização, no anunciar o seu Esposo”.


Fonte: Canção Nova Notícias - Papa Francisco
Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário