Follow by Email

Páginas

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Traduções da Bíblia

Biblista explica por que a Bíblia tem diferentes traduções


Padre Giorgio Zevini
Biblista italiano

       Nessa segunda-feira, dia 30, celebrou-se o dia de São Jerônimo, que foi o primeiro tradutor da Bíblia para o latim. No Brasil, o mês de setembro é dedicado ao estudo da Sagrada Escritura, o livro mais traduzido do mundo. As traduções são diversas mesmo entre as Bíblias católicas.
       Padre Giorgio Zevini é biblista italiano e concedeu uma entrevista à equipe do Canção Nova Notícias sobre as traduções da Bíblia. Ele explica que, ao longo dos séculos, a Igreja sempre teve um modo de traduzir e interpretar a Bíblia, principalmente tendo em vista a necessidade de fazer o povo de Deus compreender Sua Palavra.
       Mas a Sagrada Escritura apresenta diferentes traduções, dependendo da religião. O sacerdote, que participou do Sínodo dos bispos sobre a Palavra de Deus em 2008, explica que isso acontece porque há dois modos de ler a Bíblia: considerando apenas os textos originais ou considerando também a contribuição da tradição da Igreja ao longo do tempo. No caso do catolicismo, explicou padre Giorgio, adota-se o segundo modo.
       "Enquanto a Igreja católica lê a Escritura na fé e valorizando também a tradição e o ensinamento do magistério ao longo dos séculos, o mundo protestante se concentra somente em ler o texto aplicado no sentido original escrito, valoriza muito a dimensão da fé descuidando, de certo modo, da dimensão da tradição do magistério da Igreja”.
       Para além desse aspecto, padre Giorgio diz que não há muita diferença entre as traduções. E para saber identificar uma Bíblia católica, o sacerdote diz que basta procurar o imprimato, que é uma aprovação eclesiástica que a Igreja católica coloca em suas traduções.
       “Com este (imprimato) podemos estar seguros de que respeitam não somente a tradução dos textos originais, mas nos fazem ver também através das notas que estão nas bíblias, nos fazem ver o caminho que a Igreja fez, a interpretação que deu a estes textos e, então, o enriquecimento espiritual e o conteúdo que há nestes textos da Bíblia”.


Fonte: Canção Nova Notícias
Capa CN Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário