Follow by Email

Páginas

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Papa Francisco: Bater à porta de Deus

“Não se cansem de bater à porta de Deus”, diz Papa em homilia em Cagliari



       Em sua visita à cidade italiana de Cagliari neste domingo, dia 22, Papa Francisco celebrou a Santa Missa na praça em frente ao Santuário de Nossa Senhora da Candelária. Na homilia, o Santo Padre destacou a necessidade de saber bater à porta de Deus, de ter confiança Nele, conforme ensina Maria.
       Citando a Primeira Leitura, Francisco explicou que ela retrata Maria em oração, no cenáculo, junto aos apóstolos. Ele disse que Maria reza junto à comunidade dos discípulos e ensina a ter plena confiança em Deus, em sua misericórdia. “Este é o poder da oração! Não nos cansemos de bater à porta de Deus. Levemos ao coração de Deus, através de Maria, toda a nossa vida, cada dia!”.
       O Papa falou ainda do último olhar de Jesus para sua Mãe, momento retratado pelo Evangelho de São João (Jo 19, 25-27). “Maria nos ensina que Deus não nos abandona, pode fazer coisas grandes mesmo com a nossa fraqueza. Tenhamos confiança em Deus! Batamos à porta do seu coração!”.
       E como um outro motivo de sua estadia em Cagliari, Francisco disse que foi para que, todos juntos, pudessem encontrar o olhar de Maria, porque este é como o reflexo do olhar do Pai, que a fez Mãe de Deus, e o olhar do Filho na cruz, que a fez Mãe dos homens. “E com aquele olhar hoje Maria nos olha. Precisamos do seu olhar de ternura, do seu olhar materno que nos conhece melhor que qualquer um, do seu olhar cheio de compaixão e de cuidado. (…) Aprendamos a olharmos uns para os outros sob o olhar materno de Maria!”.
       Francisco explicou ainda que sua ida à cidade da região da Sardenha foi para partilhar as alegrias e esperanças, bem como para confirmar os fiéis na fé. Ele ressaltou que na região há muito sofrimento, em especial pela falta de trabalho. “É necessária a colaboração leal de todos, com compromisso de responsabilidade das instituições – também da Igreja – para assegurar às pessoas e às famílias os direitos fundamentais e fazer crescer uma sociedade mais fraterna e solidária”.
       Pouco antes de iniciar a celebração Francisco dirigiu-se ao interior do Santuário, onde saudou os doentes presentes.  No início da manhã, logo que chegou a Cagliari, ele encontrou-se com os trabalhadores.


Fonte: Canção Nova Notícias - Papa Francisco
Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário