Follow by Email

Páginas

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Papa Francisco descarta ação militar

Carta a Vladimir Putin:
Papa descarta ação militar na Síria



       O Papa Francisco enviou nesta quinta-feira, dia 5, uma carta ao presidente russo, Vladimir Putin, em ocasião do encontro dos países do G20. O pontífice agradece o trabalho feito por Putin como presidente do Grupo, e também sua participação ativa desde a criação do G20.
       Francisco ressalta que a economia mundial poderá se desenvolver na medida em que for capaz de consentir uma vida digna a todos os seres humanos. “Desde os mais anciãos às crianças ainda no ventre materno, não somente aos cidadãos dos países membros desse grupo, mas a cada habitante da terra deve ser garantida a dignidade”, pede o Papa.
       Segundo o pontífice, as guerras são barreiras para um empenho coletivo em busca de soluções econômicas igualitárias. Neste sentido, o Papa pediu que os líderes reflitam sobre a situação do Oriente Médio, em particular da Síria. “Dói pensar que diversos interesses têm prevalecido desde quando se iniciou os conflitos sírios, impedindo de encontrar uma solução que evitasse o massacre que estamos assistindo” alertou Francisco.
       Na carta, o Papa ressalta que qualquer “solução militar”será vã, e pediu que a solução seja por meios pacíficos. “É um dever moral de todos os Governos do mundo favorecer as  iniciativas voltadas à promoção de uma assistência a todos que sofrem por causa do conflito”, pede o Papa.
       Francisco assegura ao presidente russo suas orações para o bom êxito do encontro entre os líderes do G20 que tem início nesta quinta-feira, dia 5. O Papa faz votos de que sua carta possa ajudar nas reflexões sobre os problemas abordados durante o encontro.


Fonte: Canção Nova Notícias - Papa Francisco
Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário